Pular para o conteúdo principal

Análise do conto: O homem da cabeça de papelão, por Edson Ferreira

Para início, digo que o texto é muito bom, nos faz refletir sobre muitas questões sociais da atualidade, como os grupos sociais nos influenciam, onde minoritários impõe mudanças nos comportamentos dos indivíduos, pautando o que é correto, dizendo o que todos devam fazer, como agir ou se comportar para que sejam aceitos.


Trazendo para nossa realidade, não posso deixar de falar das questões morais, valores sociais que se perdem com comportamentos incoerentes, que vão de encontro com as políticas sociais existentes ou que se posicionam contra a própria Constituição Federal. No texto: o homem da cabeça de papelão, o que vi foi uma sociedade que vive no COMUNISMO, que não tem ambições para construção de uma sociedade competitiva, sem visão futura, um povo sem perspectivas, é a vida em uma sociedade perturbada, sem conceitos difusos sobre a realidade de um mundo próspero, na qual existam limites para moldar os comportamentos de uma sociedade mais organizada, que sigam leis, respeitem a diferença, a evolução do homem, que sigam princípios que respeitem as liberdade individuais, princípios que respeitem a vida, que promovam o bem-estar social.


As sociedades evoluem, bem como o que se entende por sociedade, Antenor foi tolhido dos seus princípios, da sua natureza, da sua personalidade justa, revolucionária e ética, que enxergava sempre a melhor maneira de corrigir a sociedade perturbada na qual vivia. Na própria história é possível perceber o quanto ele foi útil, mesmo gerando riquezas com aumento da produtividade nas empresas que trabalhou, ele fora demitido, pois ele fazia diferente, não era aceito por ser mais inteligente, se comportar diferente, pensar diferente, não bastando isso, por diversas vezes foi impedido de agir, mesmo quando promovia ações sociais, assistenciando os mais pobres, miseráveis.


Somente tendo uma cabeça de papelão para morar numa cidade impregnada pelo oportunismo, parasitismo, individualismo e corrupção, onde os valores foram totalmente invertidos, sendo natural o errado e inaceitável o correto e justo. Infelizmente Antenor cedeu a sua amada, convencido que devia mudar para agradar-lhe, amor não suportou as regras sociais ali existentes, que corrompeu sua brilhante vida revolucionária. O encanto pela lavadeira também se quebrou, pois aquela sociedade não aceitaria também essa união.


Esse texto é muito rico.

O conto “O homem da cabeça de papelão” escrito pelo carioca João do Rio. Publicado pela primeira vez no início da década de 1920




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Rasgue sua Constituição, não precisamos mais dela

Tempos obscuros que vivemos no Brasil, nossa constituinte já não serve mais, "perdeu" sua função social. Rasgue sua constituição, dela "não precisamos mais", o STF com todo seu SUPREMO poder, nos "protegem" de tudo, menos deles próprios. Estão legislando, com subterfúgio da interpretação da Lei. Me faltam palavras pra comentar isso... pic.twitter.com/UQmCXD9KkX — Henrique (@henriolliveira_) October 28, 2021   Antigo aliado, deputado cassado por fake news é recado do TSE a Bolsonaro https://t.co/hCL2fCt4Ay — UOL Notícias (@UOLNoticias) October 30, 2021 STF: a conta é alta (Adriano Machado/Reuters)

Certificado Digital gratuito para assinatura de documentos com validade jurídica.

O documento com a assinatura digital tem a mesma validade de um documento com assinatura física e é regulamentado pelo Decreto Nº 10.543, de 13/11/2020 . Esta publicação não é direcionada à advogados, no entanto, pode ser útil, uma vez que seja necessário uma assinatura eletrônica para um cliente que não possui certificado digital. Não irei me estender sobre o assunto de assinaturas digitais neste post, tentarei ser o mais objetivo possível. Como visto, o uso de assinaturas digitais cresceu muito no Brasil, pela facilidade que é nas tramitações de documentos pela internet e até mesmo pela questão socioambiental, uso responsável dos papeis, reduzindo os custos de impressão de documentos, diminuição das pilhas de documentos dos processos nos tribunais e nos outros órgãos públicos. Qual a utilidade de um certificado digital? Como já disse anteriormente, o certificado digital ajuda na celeridade das tramitações de processos e de atos extrajudiciais. Usado por instituições e órgãos que exij